AO VIVO No ar Ouça agora
Busca Rádio Cidade
Centric Games

Rede Cegonha

Modelo de atenção ao parto será implantado

Editor: Valdomiro da Motta | Repórter: Levi de Oliveira 22/10/2013 - 08:36h
Modelo de atenção ao parto será implantado Foto: Arquivo

Com recursos de custeio que ultrapassam os R$ 28 milhões, a Rede Cegonha, um modelo de atenção ao parto e ao nascimento, chegará a 18 municípios de todas as regiões de Santa Catarina, informou a secretaria de estado da Saúde. O termo de compromisso para a implantação do programa deverá ser assinado por diretores de 24 hospitais públicos, privados e filantrópicos na tarde desta terça-feira (22) no auditório da Celesc, em Florianópolis. Um dos hospitais contemplado é o Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux, o Azambuja, de Brusque.

Em agosto, o estado passou a contar com 16 Planos de Ação da Rede Cegonha aprovados pelo ministério da Saúde. Os projetos contemplam cobertura do Sistema Único de Saúde (SUS) que assegura às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo, atenção humanizada à gravidez, parto e pós, garantindo às crianças o direito ao nascimento seguro.
Segundo a secretaria da Saúde, hospitais das regiões da Grande Florianópolis, do Norte e do Vale do Itajaí integram o programa desde dezembro do ano passado e foram os primeiros a receber os recursos para custeio, que somam mais de R$ 12,2 milhões.

O plano total prevê 20 referências para gestação de alto risco, com leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal para atender as 16 regiões de saúde de Santa Catarina. “Quando o plano estiver totalmente implantado, todas as regiões terão referências para alto risco da gestante e do recém-nascido”, informou o secretário-adjunto de Saúde do estado, Acélio Casagrande.


Segundo a coordenadora do Grupo Condutor da Rede Cegonha, Carmen Delziovo, os Planos de Ação da Rede Cegonha contemplam a ampliação de 13 referências regionalizadas para gestantes de alto risco, que chegarão a 20, se somadas com as já existentes. A previsão é de mais 25 leitos de UTI Neonatal, 81 leitos de cuidados intermediários neonatais, 68 leitos de cuidados neonatais na modalidade canguru, 20 casas de gestante bebê e puérpera e 20 centros de parto normal.

LDO

FONTE: G1

Comente, deixe sua opinião!

Termo de Uso e Responsabilidade - Comentários

Ao realizar o seu cadastro e publicar suas opiniões na página da Rádio Cidade, você toma ciência de que:

- A Rádio Cidade disponibiliza este espaço de comentários para que seus usuários expressem suas opiniões e debatam as matérias veiculadas;

- Para escrever o comentário, o usuário deverá ser cadastrado ao Facebook, devendo respeitar a Política da plataforma Facebook, bem como a Proteção dos direitos de outras pessoas;

- As opiniões expressas na área de comentários são exclusivamente de seus autores, e não necessariamente refletem a opinião da Rádio Cidade e de seus editores sobre o assunto;

- Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação);

- Os usuários que se sentirem ofendidos por quaisquer comentários publicados nesta página, poderão denunciá-los à Rádio Cidade através do e-mail: jornalismo@radiocidadeam.com.br

- A Rádio Cidade reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a BLOQUEAR o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário.

Notícias Relacionadas

  • 20:22

    11/09/2014

    Suspeitos de adulterar leite são presos

    Suspeitos de adulterar leite são presos

    Oito pessoas acusadas de participar de um esquema de adulteração de leite em Santa Catarina, detidas em agosto durante a Operação Leite Adulter...

Atenção

A reprodução deste conteúdo somente é permitida desde que seja dado o crédito à Rádio Cidade, informando o endereço www.radiocidadeam.com.br

Para a reprodução de conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail: cidadeam850@gmail.com

A Rádio Cidade retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a Lei 9.610/1998.