AO VIVO No ar Ouça agora
Busca Rádio Cidade
Centric Games Breitkopf

Rede Cegonha

Modelo de atenção ao parto será implantado

Editor: Valdomiro da Motta | Repórter: Levi de Oliveira 22/10/2013 - 08:36h
Modelo de atenção ao parto será implantado Foto: Arquivo

Com recursos de custeio que ultrapassam os R$ 28 milhões, a Rede Cegonha, um modelo de atenção ao parto e ao nascimento, chegará a 18 municípios de todas as regiões de Santa Catarina, informou a secretaria de estado da Saúde. O termo de compromisso para a implantação do programa deverá ser assinado por diretores de 24 hospitais públicos, privados e filantrópicos na tarde desta terça-feira (22) no auditório da Celesc, em Florianópolis. Um dos hospitais contemplado é o Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux, o Azambuja, de Brusque.

Em agosto, o estado passou a contar com 16 Planos de Ação da Rede Cegonha aprovados pelo ministério da Saúde. Os projetos contemplam cobertura do Sistema Único de Saúde (SUS) que assegura às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo, atenção humanizada à gravidez, parto e pós, garantindo às crianças o direito ao nascimento seguro.
Segundo a secretaria da Saúde, hospitais das regiões da Grande Florianópolis, do Norte e do Vale do Itajaí integram o programa desde dezembro do ano passado e foram os primeiros a receber os recursos para custeio, que somam mais de R$ 12,2 milhões.

O plano total prevê 20 referências para gestação de alto risco, com leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal para atender as 16 regiões de saúde de Santa Catarina. “Quando o plano estiver totalmente implantado, todas as regiões terão referências para alto risco da gestante e do recém-nascido”, informou o secretário-adjunto de Saúde do estado, Acélio Casagrande.


Segundo a coordenadora do Grupo Condutor da Rede Cegonha, Carmen Delziovo, os Planos de Ação da Rede Cegonha contemplam a ampliação de 13 referências regionalizadas para gestantes de alto risco, que chegarão a 20, se somadas com as já existentes. A previsão é de mais 25 leitos de UTI Neonatal, 81 leitos de cuidados intermediários neonatais, 68 leitos de cuidados neonatais na modalidade canguru, 20 casas de gestante bebê e puérpera e 20 centros de parto normal.

LDO

FONTE: G1

Comente, deixe sua opinião!

Termo de Uso e Responsabilidade - Comentários

Ao realizar o seu cadastro e publicar suas opiniões na página da Rádio Cidade, você toma ciência de que:

- A Rádio Cidade disponibiliza este espaço de comentários para que seus usuários expressem suas opiniões e debatam as matérias veiculadas;

- Para escrever o comentário, o usuário deverá ser cadastrado ao Facebook, devendo respeitar a Política da plataforma Facebook, bem como a Proteção dos direitos de outras pessoas;

- As opiniões expressas na área de comentários são exclusivamente de seus autores, e não necessariamente refletem a opinião da Rádio Cidade e de seus editores sobre o assunto;

- Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação);

- Os usuários que se sentirem ofendidos por quaisquer comentários publicados nesta página, poderão denunciá-los à Rádio Cidade através do e-mail: jornalismo@radiocidadeam.com.br

- A Rádio Cidade reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a BLOQUEAR o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário.

Notícias Relacionadas

  • 09:37

    31/08/2014

    Prefeito e 1ª dama morrem em acidente

    Prefeito e 1ª dama morrem em acidente

    Por volta das 23h deste sábado (30) o Grupamento da Policia Militar de Marema, comandado pelo cabo PM Adelir Batistella, foi informado por popular...

Atenção

A reprodução deste conteúdo somente é permitida desde que seja dado o crédito à Rádio Cidade, informando o endereço www.radiocidadeam.com.br

Para a reprodução de conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail: cidadeam850@gmail.com

A Rádio Cidade retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a Lei 9.610/1998.